03 de 03 – Criação de banco e usuários no SQL Server 2008 R2


Bom dia

Hoje vou completar a série de instalação e configuração do SQL Server 2008 R2 com a criação dos usuários para acesso ao banco.

fonte: https://mastigado.wordpress.com

– Para criar um novo banco, em Database, clique com o botão direito e em seguida, em New Database.

Em Owner:

  • O valor <default> dá privilégio de apagar a base de dados apenas para o SA ou para quem tem poder de SA, então deixe padrão se tiver com dúvida.

Em Database files:

  • Em Inital Size, deve-se informar o valor inicial do tamanho da base de dados. Vale lembrar que é bom definir o tamanho inicial como sendo um tamanho que satisfaça o que aplicação utilizará por pelo menos os 5 primeiros anos.
  • Em Autogrowth é o local onde é definido qual a porcentagem que o banco irá crescer após chegar no seu tamanho máximo.

Lembrando que não é aconselhável construir um banco com um tamanho que vá chegar ao seu limite muito cedo, pois quando o Autogrowth é iniciado, ele aumenta o espaço de forma com que o banco fique fragmentado, deixando-o mais lento. Tente fazer a melhor projeção possível para que seu banco tenha um bom desempenho durante os anos que seu sistema irá ficar por ali. Claro que não dá para prever tudo, mas procure pensar bem sobre isso se este sistema for para uma atividade profissional e não amador.

– Para criar um novo usuário,  em Security > Logins, clique com o botão direito e siga em New Login.

  • Para configurar a senha, marcar SQL Server Authentication para que o banco não utilize a autenticação do Windows e sim do SQL Server;
  • Uma DICA VALIOSA vai para o flag Enforce password expiration, pois caso você deixá-lo marcado, num belo dia seu sistema pode não conseguir se logar no banco, a não ser que você entre no Management Studio, se logue e em seguida redigite sua senha, pois o mesmo vai pedir para você trocar o password e aí sim, depois você pode entrar no seu sistema novamente que vai rolar. E isso é muito tosco! Pois você pensa que podem ser mil coisas diferentes como firewall, porta, anti-vírus, sua biblioteca de conexão ter bichado ou servidor do banco ter explodido. Mas claro, isso só vale para aqueles cidadãos que não usam uma biblioteca de conexão descente que nem sequer avisam “Falha ao se conectar no banco”, como eu fiz.😦
  • Em Default database, escolher o banco de dados que aquele usuário deverá acessar, pois caso fique em master, o usuário terá acesso a todas as databases;
  • Em User Mapping, associar o usuário criado à base de dados desejada, pois ele irá criar e vincular um usuário para a database escolhida sem ter a necessidade de criá-lo na database e associá-lo manualmente depois.
  • Também em User Mapping, definir db_owner em Database role membership for, após escolhida a database.

Até+😮

fonte: https://mastigado.wordpress.com

Sobre Mastigado
Sou um daqueles que precisa mudar o mundo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: